Saúde Emocional

Saúde é um estado de completo bem estar, onde todas as funções do ser humano: físicas, mentais e emocionais se encontram em equilíbrio, promovendo a felicidade integral do ser.

 

O que é saúde emocional?

 

O equilíbrio das funções psíquicas se resume na capacidade de gerenciar as emoções, tendo como consequência a ausência de distúrbios emocionais e a garantia do bem estar na vida. A falta de um desequilíbrio emocional não quer dizer que a saúde e bem estar estejam em plena forma.

triste

Não são somente os aspectos da saúde física que interferem em nossa saúde emocional e nos indica que devemos ter hábitos de vida melhores e isso é nossa a responsabilidade para atingirmos o nosso bem estar e fugir das doenças. Uma vida com falta de afetividade, relacionamentos complicados, uma fé pouco consistente, ansiedade e depressão, podem gerar um estado de desequilíbrio mental.

Precisamos entender que são os nossos hábitos que fazem a nossa saúde ser boa ou ruim.

 

sorrir

prato com salada e moça sorrindo

meditação no parque sentada no chao

A Organização Mundial de Saúde (OMS) define saúde emocional como:

“Saúde emocional é um estado de bem-estar onde o indivíduo realiza suas próprias habilidades, lida com os fatores estressantes normais da vida, trabalha produtivamente e é capaz de contribuir com a sociedade.”

A OMS, na Carta de Ottawa para a Promoção da Saúde, disse que a saúde é “um recurso para a vida, não o objetivo de viver. A saúde é um conceito positivo enfatizando recursos sociais e pessoais, bem como as capacidades físicas”.

Wilfredo Rodriguez, no seu artigo “Como manter a saúde mental”, em seu site “Saúde e Lar”, diz que a saúde mental “consiste numa relação equilibrada entre as emoções (sentimentos), atitudes (pensamentos) e ações (comportamentos)”. Assim, entendemos que a mente e a emoção andam bem próximas. Saúde emocional e saúde mental não é a mesma coisa, mas ambas estão relacionadas. Por isso é muito importante cuidar de ambas as partes.

3 circulos fisico emocional e menta´l

 A saúde total é conseguida através de uma combinação entre o físico, o mental e o emocional.

 

Podemos evitar que muitos problemas surjam no decorrer da nossa vida com algumas mudanças simples e adquirindo práticas saudáveis, tanto emocionais, físicas e mentais. Observe alguns pontos que podem fazer toda a diferença na sua vida:

Alimentar a boa auto-estima   

Saber valorizar a si mesmo como uma pessoa importante é ter amor-próprio. A auto-estima funciona como o “sistema imunológico da consciência”. amigasQuem possui uma auto-estima elevada tem mais resistência para enfrentar os problemas do dia-a-dia. Força de vontade e capacidade para ultrapassar os obstáculos e recomeçar após frustrações e fracassos.

 

Fazer o que gosta

É importante sentir prazer em nossa vida. Ter um hobby, fazer uma atividadeandando de bici física, sair com os amigos e com a família, todos esses são hábitos que geram uma satisfação.

Ser alegre

A maioria das pessoas diria que busca a felicidade. Pessoas bem humoradas e alegres vivem mais e com mais saúde. Aprender a se divertir, achar graça de si mesmo, sentir a alegria e a felicidade de viver são muito importantes para a cura emocional. alegriaRir fortalece o sistema imunológico.

 

 

 

Ser otimista

Ter pensamentos de carinhaesperança e otimismo, mesmo quando a situação não for o que você estava esperando. Este é um processo diário, seja em casa, no trabalho ou em sociedade. Podemos ficar viciados tanto com o negativo, quanto com o positivo, por isso é importante cultivar um bom pensamento sempre.

Evitar o isolamento

A solidão é uma escolha muito equivocada para nossa vida, mesmo que você goste de asozinholguns momentos de solidão. Procure pessoas, faça amigos, esteja com eles, converse e se distraia.

Melhorar o pensamento           

O pensamento é o início de tudo. Pensamos, sentimos e depois verbalizamos. Nossas emoções vêm do pensamento. meditando com dedos na testaSe você quer ter saúde mental e emocional saudável, evite o pensamento negativo e não comprometa sua saúde alimentando raiva e ressentimentos.

 

Ter sonhos e objetivos

Os sonhos alimentam a sonhosnossa alma, nos faz ter vontade de viver e ser feliz. Pense no que você quer conquistar, aonde você quer chegar, tenha metas e estabeleça prazos. Ocupe-se com os seus sonhos e corra atrás deles.

caminhando com cachorro

Ter hábitos   saudáveis 

Muitos hábitos podem ajudar na nossa saúde emocional. Ter um animal de estimação, estabelecer um diálogo saudável em família, estudar, fazer parte de um grupo, enfim, são muitas as possibilidades e isso pode variar de acordo com cada pessoa. Lembre-se que a harmonia parte do comportamento de cada um de nós.

O objetivo deste site é fazer você pensar sobre este assunto. A tomada de consciência é o primeiro passo para a construção de uma vida mais saudável em todos os aspectos que a envolvem.

Para saber como vai a sua saúde emocional, basta se fazer algumas perguntas:

  1. Eu me respeito? Respeito os meus limites?
  2. Esforço-me para cuidar de mim mesmo?
  3. Sinto-me bem a maior parte do meu tempo?
  4. Eu não tenho trauma de infância ou necessidades emocionais não atendidas?
  5. Eu tenho o controle das minhas emoções?
  6. Reajo sempre bem em situações difíceis? Recupero-me bem delas?
  7. Tenho algum sentimento de compaixão por mim mesmo?
  8. Eu perdôo a mim mesmo e aos outros com facilidade?
  9. Eu acredito que vou me dar bem na vida?
  10. Sinto-me em sintonia com o meu corpo?
  11. Acredito que as pessoas são confiáveis e bem intencionadas?
  12. Não guardo rancor ou ressentimentos das pessoas?
  13. Faço o que está ao meu alcance para manter minha saúde física?
  14. Tenho consciência das minhas vulnerabilidades emocionais?
  15. Vejo o futuro com esperança e entusiasmo?

carinhasEstas perguntas servirão para você perceber as áreas que necessitam de maior atenção e dedicação de sua parte. Não existe resposta certa ou errada. Se a maior parte das respostas for “sim”, então você está mais equilibrado. Se for “não”, então estas são as áreas que mais necessitam ser trabalhadas em você para que o equilíbrio emocional seja restabelecido.

 

Saúde Física

Saúde física se resume, basicamente em higiene do corpo, exercícios físicos e uma alimentação saudável. Mas não é somente com isso que teremos uma saúde total. As pessoas melhoram sua qualidade de vida fazendo exercícios, mantendo o peso de acordo com a alimentação balanceada, tendo uma boa noite de sono e evitando o álcool e o fumo. Tudo isso somado a uma boa saúde emocional faz toda a diferença para atingir a saúde plena. Uma coisa está ligada a outra.

Não temos como ter um equilíbrio emocional sem ter uma boa qualidade de vida. olhando para balançaUma boa qualidade de vida está diretamente relacionada a uma boa saúde física.

Segundo o Ministério da Saúde, 30% das crianças do nosso país têm sobrepeso e metade delas são obesas. 13% dos adultos também fazem parte desta estatística de obesidade e este número vem aumentando nos últimos anos, o que nos preocupa muito.

Com a cultura da sociedade de admitir somente corpos magros e belos, muitas pessoas se submetem a produtos que se dizem milagrosos para conseguir os padrões de beleza exigidos. Isso pode levar a transtornos alimentares de maneira inconsciente em muitas pessoas.

O processo de emagrecer pode ser doloroso se não o fizermos de maneira tranquila, com a alimentação e os exercícios obedecendo aos limites do corpo. Para que este processo não se torne um castigo, precisamos buscar ajuda profissional caso não alcançarmos nosso objetivo de maneira saudável, evitando problemas mais para frente.

alimentos errados

comida saudávelComer é algo que temos que fazer para sempre. Precisamos da alimentação todos os dias da nossa vida, então é necessário desenvolver uma boa relação com a comida. Este é o momento de repensarmos nossos valores; rever nosso comportamento em favor da nossa saúde plena.

Especialistas garantem que 30 minutos de caminhada ou outros exercícios físicos 3 vezes por semana nos ajuda a ter uma vida mais saudável e feliz. A primeira coisa que devemos fazer é deixar a preguiça de lado e assumir um compromisso com a gente mesmo, buscando um exercício que nos agrade e que não seja uma tortura fazê-lo.

Devemos começar devagar, respeitando nossos limites e aumentando aos poucos. Com a rotina de exercícios, o corpo vai se adaptando e acostumando e com o tempo ele vai “pedindo” mais e você se sentirá melhor a cada dia que passa. A atividade física gera um vício saudável, positivo.

 

Saúde Mental

Talvez o maior questionamento do ser humano seja:

“Qual a razão da vida?”

Este questionamento nos faz sentir infelizes, por sentirmos uma incoerência entre o que estamos sentindo e algo dentro de nós, que diz que estamos vivos para sermos felizes. Como encontrar uma solução para a lista de infelicidades que encontramos em nossa vida? Como se sentir vivo, restaurando nossas esperanças?

moça pensativa

A infelicidade, a falta de afeto, o desamparo, os sentimentos reprimidos, os amores não correspondidos ou não encontrados ainda são algumas das tantas causas para a depressão. Tudo isso faz com que as pessoas tenham uma visão turva da vida. Será que tem saída?

Rir o tempo todo não significa que é felicidade, aliás, tem muita gente rindo a toa para não chorar, apesar de que é muito gostoso dar boas gargalhadas, nos descontrai e relaxa a musculatura. E é tão interessante ver que a maioria dos comediantes são, geralmente, pessoas muito sérias, alguns até depressivos.

Ser feliz é mais do que adquirir coisas e realizar projetos. Conseguir as coisas que se quer é muito bom, mas a auto-realização esta dentro de cada um, não é algo que acontece em nosso exterior que vai mudar o estado interno, pelo contrário, é o estado interior é que vai alterar as condições externas. Muitas pessoas esperam que algo aconteça em suas vidas para então serem felizes. A ideia é de que, ao alcançar o objeto de seu desejo, terá uma sensação maravilhosa e no seu íntimo, poderá dizer que tem alegria de viver.

pomba branca fundo céu

Todos têm suas necessidades emocionais. Algumas vezes mais vulneráveis que outras, mas o modo de encaramos os nossos problemas é que determina o estado emocional que nos encontramos. Como você lida com o estresse, a baixa auto-estima e sua irritação diante dos problemas? É difícil lidar sozinho com os problemas e isso pode desencadear o surgimento de emoções destrutivas que interferem em nossa saúde física e mental, o que dificulta nossos relacionamentos, adaptação social, capacidade de lidar com tarefas do dia-a-dia, trabalho e produtividade.