Soluções para a Fibromialgia

Uma síndrome que maltrata milhões de mulheres com dores pelo corpo todo… fibro2Esta é a Fibromialgia. Não conhecemos ainda as origens desse problema, mas já descobrimos alguns fatores que estão relacionadas a ela.

  • músculos que ficam tensos por muito tempo tendem a receber menos oxigênio do que o normal;
  • estresse crônico e crises de ansiedade servem como estopim para essa síndrome;
  • 70% das crianças e adolescentes que desenvolvem o problema são filhos de mulheres que sofrem de fibromialgia;
  • a queda na produção de estrógenos na menopausa tem ligação com a fibromialgia, tanto que, mulheres são muito mais afetadas;
  • o conjunto de nervos aferentes, responsáveis por levar os sinais de dor para o cérebro, permanece hiper excitada;
  • já o conjunto de nervos eferentes, capazes de inibir a sensação dolorosa, funciona mal;

Após o diagnóstico da Fibromialgia, as mulheres iniciam uma verdadeira peregrinação em busca de vários especialistas, do ortopedista ao psiquiatra. fibro3Mas não se trata de uma doença, mas de uma síndrome, já que envolve um conjunto de outros sinais, como dificuldade para dormir, fadiga e depressão. Mas nenhum deles é tão sintomático quanto a dor.

 Com o tempo…

1904 – o cientista William Gowers cria o termo fibrosite para se referir às dores na região lombar. Com o passar dos anos a palavra passa a ser usada para descrever o incômodo em todo o corpo.

1977 – os pesquisadores canadenses Hugh Smuthe e Harvey Moldofsky citam pontos anatômicos específicos que doem muito quando pressionados.

1981 – a terminação ite, de fibrosite, significa inflamação. Ao notar que a síndrome não era inflamatória, o reumatologista americano Muhammad Yunus sugere denominá-la de fibromialgiafibro é músculo e algia, dor.

1990 – o Colégio Americano de Reumatologia define como fibromiálgica aquela pessoa que sente dor em pelo menos 11 pontos diferentes em 18 regiões específicas de todo o corpo por mais de três meses.

E o que tem sido feito para aplacar a dor difusa,

típica da fibromialgia?

Embora a ciência ainda não consiga eliminar definitivamente esse martírio, novos medicamentos chegam prometendo trazer uma boa melhora para quem sofre dessa síndrome. E o primeiro remédio específico para as dores da fibromialgia é uma substância chamada pregabalina e foi testada por 1,8 mil voluntários. comprDepois de tomar doses diárias, eles relataram alívio, maior bem-estar e disposição.

 O produto é novo, mas vem de uma droga antiga, dos anticonvulsivantes, e como o nome sugere, ele foi criado para tratar convulsões e epilepsia, mas mostrou-se bom no combate as dores da fibromialgia. Esse efeito analgésico pode ser obtido de alguns antidepressivos muito usados para tratar desse problema, inclusive para quem nem sobre de depressão.

O que controla a intensidade da dor no seu organismo são os neurotransmissores que enviam ao cérebro, permitindo amenizar ou ampliar essa dor. Porém, na fibromialgia isso não funciona bem assim. Os feixes de nervos que transmitem a dor trabalham com força total, enquanto as vias inibidoras operam de forma reduzida. Quem sofre de fibromialgia não produz serotonina suficiente e ela
faz muita falta e esse neurotransmissor  é que estabelece o limiar da dor, então, quanto menor sua quantidade no organismo, maior o sofrimento.

Para piorar o quadro, os fibromiálgicos produzem muito glutamato e a substância P, mensageiros que ampliam o desconforto sentido nos músculos. Então, entram os anticonvulsivantes, que agem diretamente nos sistemas reguladores dos neurotransmissores, impedindo a comunicação de sinais dolorosos, aumentando os níveis GABA, substância responsável pela diminuição da dor.

exerciciosAlém dessa substância, outras drogas podem ter efeito analgésico, como a gabapentina, porém ainda está sendo testada em pesquisas. Pessoas que fizeram testes com esta droga relataram um sono de melhor qualidade e menos cansaço no dia-a-dia. Porém, essas drogas sozinhas não vencem a batalha da fibromialgia. Praticar atividades físicas todos os dias é fundamental para o sucesso do tratamento. O correto é começar aos poucos e ir aumentando a intensidade, para evitar que a dor se agrave. Os exercícios liberam endorfina e aumentam a produção de serotonina, dois neurotransmissores que combatem a dor. Acupuntura, psicoterapia, massagem, hidroginástica, ioga e caminhadas são alternativas muito boas para combater a dor e aliviar os sintomas da fibromialgia. Então, vamos nos mexer!!

“Outra droga que proporciona um alívio na dor é o Alginac ® 1000, que é um conjunto das seguintes substâncias: cianocobalamina 1000mcg, cloridrato de piridoxina 50mg, nitrato de tiamina 50mg e diclofenaco sódico 50mg. Este medicamento foi também não causa sono, podendo ser ingerido em qualquer hora do dia e seguir com as nossas tarefas normalmente. Eu mesma testei este medicamento. Ele é rápido e muito eficiente.”

na-praia

As dores da Endometriose

O Endométrio é o revestimento do útero que descama e forma a menstruação quando a fecundação não acontece. E quando a fecundação ocorre, sua função é de acolher e nutrir o embrião no ventre materno. Mas ele também pode se desenvolver fora do útero, avançando sobre os outros órgãos, gerando uma inflamação, conhecida como ENDOMETRIOSE.

endomet

Essa doença acomete de 5% a 10% das mulheres em idade fértil; e cerca de 85% das mulheres de maneira geral sentem dores, indo de leves a incapacitantes. O aparecimento da endometriose resulta de combinações de fatores genéticos, emocionais e ambientais. O que não se pode fazer é resignar-se com a dor crônica da doença. A fisioterapia, acupuntura e eletroestimulação podem ser de grande ajuda para aliviar os sintomas. Tratamentos fitoterápicos também são eficazes, tanto sozinhos, quanto acompanhados do tratamento clássico.

endomet2

Pacientes revelam que, apesar das várias cirurgias realizadas, o tratamento com eletroestimulação, feitas com um aparelho portátil chamado TENS.

Tecnologia TENS

A Neuroestimulação Elétrica Transcutânea (TENS) age por meio de pulsos elétricos que impedem o estímulo da dor ao chegar ao cérebro. As ondas têm efeito analgésico e diminuem a sensibilidade no local, mesmo após o uso. Essa técnica estimula a produção, pelo organismo, de opioides endógenos, uma espécie de analgésico natural e, por isso, contribui de forma significativa para a melhora das dores.

aptens A tecnologia aponta uma novidade: um aparelho portátil, simples e autoaplicável que minimiza dores de diversas causas, como ginecológicas, musculares, reumáticas e fibromialgia. No caso da endometriose, ele ajuda a mulher a ter uma vida mais saudável. As dores extremas e persistentes (mais de seis meses), geram incapacidade funcional e comprometem a qualidade de vida da mulher.

As pesquisas ainda mostram que 65% dos casos de endometriose afeta a atividade profissional das mulheres; entre elas, 16% param de trabalhar e 6% são forçadas a se aposentar.

Fonte: Revista Saúde é Vital

Chá para todos os gostos

No período frio do inverno, cha quente no invernogostamos de nos aquecer com um bom chá, que além de esquentar nosso corpo, ainda tem diferentes sabores, aromas, cores e suas propriedades podem ajudar no sono,  na memória e outros benefícios incríveis que você nem imagina. Faça o seu chazinho preferido e venha ler conosco esta matéria muito interessante.

O chá de hortelã hortelaera usado na idade média para limpar e perfumar a casa, como um símbolo de hospitalidade.

Hoje, além do delicioso aroma, o chá de hortelã tem muitas propriedades. Além de ser bom para a digestão, deixa o cérebro mais afiado, devido a uma substância chamada mentol, que estimula a produção de dopamina, um neurotransmissor ligado à memória e outras funções cognitivas.

O chá de camomila, camomila chaum dos mais conhecidos dos chás, ajuda na indução do sono para pessoas que apresentam a dificuldade para dormir. Estudos foram realizados e comprovam esta ação.

Este chá realmente funciona, acalmando, tendo uma ação sedativa por causa apigenina, os flavonóides, substancias antioxidantes que também dão a cor ao chá. Por esta causa é que este chá cai muito bem à noite. Considerando seu potencial digestivo, ele pode ser apreciado também após as refeições. A única coisa que devemos prestar atenção é que ele pode relaxar demais, e o rendimento no trabalho pode ser prejudicado durante a tarde.

O chá de hibisco hibisco chatem efeito termogênico, ou seja, tem o poder de acelerar o gasto de calorias no organismo. Uma recente pesquisa concluiu que a planta reduz a pressão, tanto sistólica, quanto diastólica, por causa das antocianidinas, que possuem efeito vasodilatador periférico, deixando as artérias mais dilatadas. Três xícaras de chá de hibisco ajudam a protegem o coração, garantem os médicos estudiosos.

O chá-branco cha brancoé considerado o guarda-costas das células do corpo. Os botões das flores da Camellia Sinensis são colhidos antes de desabrocharem e submetidos a um pequeno processamento.

Este procedimento mantém intacta a alta carga de compostos fenólicos. Pesquisadores notaram que o chá-branco é mais eficiente que o chá-verde para barrar as mutações genéticas ligadas ao surgimento do câncer.

O chá-verde verde chase tornou muito popular entre as pessoas que pretendem emagrecer. Também possui efeito termogênico, assim como o chá-branco, mas possui muitas outras ações. Pode contribuir para a prevenção do câncer de próstata, com a ação das catequinas, poderoso antioxidante. Além de matar as células cancerígenas, reduz o tumor e impede novas lesões no órgão. O chá-verde é considerado a bebida preferida dos orientais e também protege os vasos sanguíneos, segundo estudos do Instituto de Pesquisa Saitama, no Japão.

Três xícaras desse chá por dia reduzem em até 11% o risco de doenças cardíacas, porém, os que são mais sensíveis à cafeína devem tomar cuidado com este chá, pois ele contém altas doses e podem causar palpitações, dores de cabeça e ansiedade. Outros estudos revelaram que o chá-verde pode melhorar o quadro de nefropatia, uma complicação renal decorrente da doença.

O chá-preto cha pretoé a infusão mais bebida pelo mundo. Este chá é feito com a mesma planta do chá-verde e do chá-branco, a Camellia Sinensis.

A diferença está na produção: neste chá-preto, as folhas não passam pelo cozimento a vapor, como no verde. Porém a fermentação é mais intensa e, por isso, boa parte das moléculas de catequina vai embora, apresentando menos propriedades antioxidantes. Mesmo assim, este chá baixa a pressão, somando pontos em defesa do coração.

O Chá de Maçã cha de maçaé recomendado para pessoas com problemas de intestino preso, obesidade, reumatismo, gota, diabetes, enfermidades da pele e do sistema nervoso. É como laxante, pois auxilia na eliminação das fezes. Atua da seguinte maneira: durante a digestão, absorve a água, e, durante a eliminação, libera esta água que ficou armazenada, não deixando que as fezes sequem e causem problemas posteriores, como a prisão de ventre. Previne e mantém a taxa de colesterol em níveis aceitáveis, auxiliando  no processo de emagrecimento, evitando a deposição de gorduras na parede arterial, prevenindo a arteriosclerose. A maçã é excelente para o cérebro, porque contém ácido fosfórico em forma facilmente digerível.

Chá de anis estrelado: anis estreladoa planta é originária da China e tem formato de estrela. Enquanto no Oriente é utilizado como tempero para frutos do mar e carnes devido ao seu aroma agradável e peculiar ou até mesmo através do seu óleo essencial, no Brasil sua utilidade principal é tratando-se da medicina natural, que orienta que o anis-estrelado seja usado em infusões e chás. Possui maior concentração de anetol em sua composição química, sendo mais eficaz para efeitos em problemas digestivos diversos, sendo, aliás, unido à cura da gripe, uma das especialidades desta erva medicinal. As partes da planta que se utiliza para fazer o chá, são os frutos e sementes. Seu consumo ajuda em casos de: gripes, cólicas, gastrites, enterites, gases, espasmos gastrintestinais, tosses, bronquite, como efeito calmante e expectorante.

O chá-mate cha mateé um velho conhecido dos índios guaranis e têm diversas formas, entre elas, o chimarrão, o tererê, chá gelado, quente… Pesquisas demonstram que este chá diminui o risco de doenças cardiovasculares, através do aumento de antioxidantes no sangue. Ele também diminui o colesterol LDL, evitando a formação de placas que entopem as artérias. Além de ser muito saboroso, este chá fica mais especial ainda com algumas gotas de limão. Experimente!!

Pedalar ajuda quem tem TDAH

TDAH – transtorno do déficit de atenção e hiperatividade.

Este transtorno é responsável pelo ritmo acelerado e a desconcentração, além da fadiga e a depressão. Mas, uma descoberta da Universidade da Geórgia, nos EUA, surgiu para ajudar as pessoas que sofrem deste transtorno. Cientistas constataram que 20 minutos andando de bicicleta amenizam esses sintomas negativos. Os neurotransmissores responsáveis pelo controle do humor, como a dopamina, serotonina e endorfina, são estimulados pelos exercícios.

índiceEstudos mostram que a produção dessas substâncias se encontram desreguladas nas pessoas que tem TDAH. Mas não pensem que os exercícios substituem os remédios. Não existe evidência de que a atividade física melhora a hiperatividade e a falta de atenção, mas os exercícios são mais um complemento no tratamento contra este problema. Além do mais, os exercícios ajudam a contornar as tristezas e as angústias do quadro depressivo e isso é comprovado cientificamente. Caminhadas, bicicleta, enfim, favorecem o equilíbrio do humor.

Dicas para baixar o Colesterol

Os triglicerídeos e o colesterol mau, também conhecido como LDL, são as principais fontes de gordura que circulam no sangue. sssssssssssssssPor isso, quando a concentração de colesterol no sangue está muito elevada, pode acontecer o entupimento das veias e artérias, aumentado o risco de doenças cardíacas como pressão alta, infarto e, até, AVC.

Assim, para manter os níveis de colesterol regulados e evitar estes problemas, existem 4 dicas que permitem diminuir o excesso colesterol, incluindo:

  • Fazer exercícios físicos com regularidade: no mínimo, 3 vezes por semana e de preferência atividades aeróbicas como natação, corrida, caminhada, hidroginástica ou bicicleta, por exemplo;
  • Beber chá preto diariamente: a cafeína presente neste chá ajuda a combater as placas de gordura do organismo. Para isso, basta beber 3 xícaras desse remédio caseiro por dia. Porém, gestantes e pessoas com restrição médica à cafeína, não devem utilizar esse chá. dddddddddddddddddd
  • Evitar comer alimentos gordurosos, como mortadela, bacon e presunto de porco: ter uma dieta mais balanceada, rica em frutas, verduras, legumes e alimentos integrais como biscoitos, pães e bolachas integrais.
  • Beber suco de berinjela: é um remédio com potente poder antioxidante, ajudando, assim, a eliminar as gorduras e toxinas de todo o corpo. 

Ao seguir estas dicas, é possível diminuir a quantidade de colesterol mau no sangue e, consequentemente, reduzir as chances de ter um infarto, desenvolver pressão alta ou outras doenças cardiovasculares.

ggggggggggggggggggggAlém disso, para completar as dicas, também se deve ingerir mais alimentos com ômega 3, como salmão, atum ou sardinha, ômega 6, como soja, ovos ou linhaça, e ômega 9, como azeite de oliva, azeitona ou castanhas, pois ajudam a proteger as células do sistema cardiovascular.

Melhores remédios caseiros para baixar o colesterol

Os remédios caseiros são úteis para ajudar a controlar a taxa de colesterol no sangue porque possuem propriedades que facilitam a elevação do HDL e diminuem a absorção de LDL, melhorando assim o colesterol total:

  • A Alcachofra protege o fígado e diminui a concentração do colesterol ruim. Cozinhe em água por alguns minutos e coma em seguida;
  • Semente de linhaça possui fibras e ômega 3 e 6. Adicione no iogurte, saladas, sopas, sucos ou na vitamina;
  • a Tintura de Berinjela contém fibras que favorecem a eliminação do colesterol pelas fezes; colocar 4 fatias de casca de berinjela de molho no álcool de cereais por 10 dias. Depois coar com um filtro de papel e tomar 1 colher (de café) da parte líquida diluída em meio copo de água, 2 vezes ao dia;
  • Chá-mate possui propriedades que diminuem a absorção de gordura vinda dos alimentos; ferva 1 litro de água com 3 colheres de chá-mate, coe e tome durante o dia;
  • Chá de feno-grego: suas sementes auxiliam na redução do colesterol no sangue; ferva 1 xícara de água com 1 colher de sementes de feno grego por 5 minutos. Tomar o chá morno;

 

Apesar de coll2serem indicados para controlar o colesterol, estes remédios caseiros não substituem a dieta, exercícios e os remédios indicados pelo cardiologista, mas são excelentes formas de complemento terapêutico.

 

Depois da Morte

Aos Familiares e Amigos que ficam..

• Lágrimas de saudade não prejudicam quem parte. O que prejudica, dificulta o desligamento e perturba o espírito que parte é a revolta, a blasfêmia contra Deus.

morte1• Evitar roupas escuras e ambientes taciturnos não resolvem nem ajudam, pois estes comportamentos somente geram medo e maior dor aos envolvidos. Não é a cor da roupa que revela sofrimento, respeito ou ajuda e sim, a oração sincera.

• Velas e flores são exteriorizações de sentimentos, Não fazem mal, mas não ajudam o desencarnado. O que ajuda são orações, o amor sincero, bons pensamentos, fé e certeza da continuidade da vida.

morte3• Como cada Ser tem um período de adaptação e um nível de evolução e compreensão do novo estado, convém esperar um tempo após o desencarne, para doar e se desfazer dos pertences pessoais daquele que partiu. Em casos explícitos de pessoas desprendidas da matéria, espiritualizadas, este tempo não é necessário, sendo muitas vezes, a vontade expressa daquele que se foi.

• TODOS OS ESPÍRITOS SÃO AUXILIADOS. NENHUM FILHO DE DEUS FICA DESAMPARADO. Mesmo os que tiveram uma vida encarnada desregrada, desde que sinceramente busquem auxílio.

morte5VISITA AO TÚMULO

A visita apenas expressa que lembramos do amado ausente.

MAS não é o lugar, objetos, flores e velas que realmente importam. O que importa é a intenção, a lembrança sincera, o amor e a oração. Túmulos suntuosos não importam e não fazem diferença para quem parte.

A Oração sincera aquieta a alma e eleva o padrão vibratório. Cria um estado íntimo de serenidade, facilitando o desprendimento e a entrada tranqüila no Mundo Espiritual.

A VIDA CONTINUA!

 morte2

Nossos amados não estão mortos, apenas ausentes, temporariamente. O Verdadeiro amor independe da presença. Por isto é eterno e une todas as pessoas que o partilham.

Aprendamos a viver para aprender a morrer!! Temos um corpo físico para nossa caminhada de aprendizado na Terra. Mas somos mais do que um compacto de carne, somos espíritos eternos que vivem para sempre!

morte4“NA CASA DE MEU PAI TEM MUITAS MORADAS”
Jesus Cristo

Fonte: Chico Xavier Amor e Caridade

Refluxo Gástrico

O refluxo gástrico é uma doença digestiva que causa o retorno dos líquidos estomacais pelo esôfago, processo que causa queimação, ardência e acidez gástrica.

RefluxoCausa e Sintomas

Os principais sintomas do refluxo são a ardência no esôfago, sensação de que a comida está voltando pela garganta, queimação, dor torácica intensa, náuseas, apneia do sono, mau hálito, erosão nos dentes, aparecimento de aftas, azia, rouquidão, pigarro e tosse.

Essa doença é causada pelo mau funcionamento do esfíncter esofágico inferior, responsável por impedir que a comida ingerida retorne pelo caminho que veio. Alguns fatores, no entanto, agravam o problema, como a obesidade, a gestação, asma, hérnia de hiato, tabagismo, diabetes, entre outros.

reffQuando chegamos a uma certa idade, o esfíncter esofágico inferior, que fecha a passagem entre o esôfago e o estômago, perde força, tornando mais comum o surgimento do refluxo. Para controlar a acidez e o refluxo sem ter que apelar para medicamentos existem alguns remédios naturais, que de acordo com pesquisas, têm dado um resultado positivo no tratamento do problema.

O refluxo ácido é causado quando há pouco ácido no estômago. Para melhorar essa condição é possível consumir uma colher de sopa de vinagre de maçã cru e sem filtrar, misturado em um copo grande de água. O vinagre de maçã ajudará a melhorar o teor de ácido no estômago.

vinagreAs propriedades do bicarbonato de sódio ajudam a neutralizar os ácidos do estômago, principalmente quando existe essa sensação de queimação causada pelo refluxo ácido. Para isso basta dissolver meia colher de chá de bicarbonato de sódio bicarbem um copo com água e beber. Consumi-lo de forma natural, com frequência, não é recomendável, porém não há problema em bebê-lo caso a dor seja insuportável.

cha babosaO suco de babosa tem propriedades que ajudam a reduzir inflamações estomacais, o que pode contribuir para o alívio dos sintomas do refluxo ácido. O recomendado é tomar ½ xícara de suco de babosa antes de cada refeição. Mas é muito importante que fique claro que o suco tem um efeito laxante, por isso não se deve exceder no consumo.

gengO gengibre é uma raiz poderosa, com propriedades gastro protetoras que ajudam a bloquear o ácido e suprimir a bactéria H. pylori. De acordo com pesquisas feitas em 2007, esse ingrediente também é superior ao lansoprazol para a prevenção da formação de úlceras, sendo até oito vezes mais potentes do que esse medicamento.

cha gengibrePara aproveitar suas propriedades é recomendável preparar um chá de gengibre, adicionando duas ou três rodelas de gengibre em duas xícaras de água quente. Deixe repousar e beba preferencialmente vinte minutos antes de cada refeição.

vit dA vitamina D desempenha um papel muito importante no tratamento de qualquer agente infeccioso. Quando conseguimos manter os níveis de vitamina D otimizados o organismo também otimizará sua produção de, pelo menos, 200 peptídeos antimicrobianos que o ajudarão a erradicar qualquer tipo de infecção que não deveria estar ali.

solPara aumentar os níveis de vitamina D, o recomendado é uma exposição ao sol apropriada ou também o uso de câmaras de bronzeamento. Também se pode adquirir suplemento de vitamina D oral, mas lembre-se que nesse caso será necessário aumentar o consumo de vitamina K2.

Para combater a acidez e a indigestão ácida é importante restaurar o equilíbrio e funcionamento natural gástrico. Para isso é importante comer muito vegetal e outros alimentos de alta qualidade, preferencialmente orgânicos.

Consuma regularmente alimentos fermentados para povoar o estômago de bactérias benéficas. Isso ajuda a equilibrar a flora intestinal, o que combaterá naturalmente as bactérias ruins.

Existem ainda outros fatores que podem ser determinantes no tratamento do refluxo. Evite consumir líquidos durante as refeições e não deite logo após. Mastigue bastante os alimentos e não use roupas que apertem na cintura. prato colorAs refeições, principalmente o jantar, devem ser feitas em pequenas porções e a última do dia, sempre pelo menos duas horas antes de dormir.      As dietas que são indicadas para evitar o surgimento do refluxo são simples de acompanhar.

  • Se você sofre com sobrepeso, procure emagrecer ou, ao menos, reduzir alguns quilos, pois a obesidade aumenta as possibilidades de ter refluxo.
  • Eleve a cabeceira da cama uns 15 cm, por meio de travesseiros, por exemplo.
  • Tente não comer batata frita, lácteos (leite, sobretudo), chocolates, óleos, pimenta, cremes e fast-food.
  • Os sucos cítricos, o café, o chá e as bebidas gasosas irritam o esôfago, recomendamos evitá-los.
  • Não coma muitos alimentos picantes ou ácidos.
  • Faça exercícios leves uma ou duas horas depois de comer.
  • Modere na quantidade de álcool que consome, não exceda mais de 2 copos por dia no caso das mulheres e 3 no dos homens. Se possível, não consuma.
  • Procure dormir do lado esquerdo, pois é onde está o estômago. Evite o lado direito, boca para cima ou para baixo.
  • Coma pequenas porções, mas com mais frequência.
fluxo2
Quem têm refluxo devem consumir e/ou evitar os seguintes alimentos:
  • Lácteos e derivados: os recomendados são o leite desnatado e iogurte light; os que se devem evitar são o leite com chocolate e o leite integral.
  • Vegetais: todos são permitidos.
  • Frutas: aconselha-se consumir maça, melão, morango, banana, pêssego e pera. Para evitar os cítricos (tomate, uva, abacaxi, laranja, toranja, limão etc.).
  • Pães e grãos: são recomendados todos os pães feitos com leites baixos em gorduras e são proibidos os que são preparados com leite integral.
  • Carnes: aconselham-se as carnes com pouco gordura, peixes, peru, frango. Evite a carne de porco, a pele do frango, as carnes fritas ou gordurosas.
  • Gorduras e óleos: não se recomenda nenhum alimento com estas características, mas, sobretudo, os de origem animal.alim
  • Sobremesas e doces: são permitidos os feitos com menos de três gramas de gordura. Devem ser evitados os chocolates e as sobremesas preparadas com gorduras ou óleos em grande quantidade.
  • Bebidas: aconselha-se tudo o que é descafeinado. O chá (que não seja de hortelã), os sucos (exceto os cítricos) e a água. Deve-se evitar álcool, café, chá de hortelã e bebidas minerais.
  • Sopas: são recomendadas apenas as baixas em gorduras e devem evitar a sopa de frango, as cremosas ou as que tenham leite.
  • Mamão: consumir todos os dias esta fruta, sobretudo pela manhã ajuda a digerir as proteínas.
  • Suco de cenoura e couve: procure tomar um copo por dia.
  • Amêndoas: devem ser cruas para ajudarem a balancear o pH estomacal e, além disso, incorporar cálcio, evitando o consumo de leite.
  • Chá de camomila: tomar de 2 a 3 xícaras de chá por dia, pois ele é um calmante natural, ajudando a relaxar o estômago.

pensam

Dores e seus Significados

Quando algum lugar do nosso corpo está doendo, quer dizer que tem alguma coisa errada. Por isso, existem diversas dores que não podem ser ignoradas. Devemos prestar atenção aos sintomas do nosso corpo.

doresUma dor de cabeça por causa do estresse, dores nas costas por uma noite maldormida ou dor de estômago por não ter se alimentado direito. Porém, muitos ignoram dores que se tornam constantes e procuram ajuda médica somente em estados mais avançados, o que é um erro.

dorVamos mostrar agora,  as dores que podem indicar algo mais grave.

Dores nas pernas ou pés

01Se você sente como se suas pernas e pés estivessem queimando por dentro, pode estar com neuropatia, mais especificamente a neuropatia diabética. Muitas pessoas ignoram esses sintomas e descobrem tardiamente que tem diabetes, o que pode causar sérias consequências.

Procure um médico imediatamente se essas dores vierem com esses sintomas:

  • Boca seca;
  • Sede e fome constante;
  • Pele seca e com coceiras;
  • Problemas com cicatrização;
  • Urinar com frequência;
  • Visão turva.
Dores no peito, garganta, maxilar, braços e barriga

02Dores no peito podem significar uma série de problemas, principalmente doenças cardíacas. No entanto, caso essa dor venha acompanhada de alguma outra, como na garganta, braços, maxilar e dores de barriga, é preciso procurar ajuda médica, pois pode ser alguma outra doença também grave, como refluxo gastroesofágico. Além de causar problemas no estômago e garganta e esôfago, o refluxo pode afetar a saúde do coração.

Dores de cabeça

03Essa é uma dor comum que todos nós temos ocasionalmente devido ao estresse do dia a dia, má alimentação, mudança de clima e poluição. No entanto, dores constantes e persistentes de cabeça significam que algo está errado. Este é um sintoma que pode indicar várias doenças, mas uma das mais graves é a hemorragia cerebral. Por isso, se dor de cabeça tem feito parte da sua rotina, procure ajuda médica imediatamente.

Dores repentinas nas costas

04Dores nas costas também são aquelas “dores de rotina” que podem ocorrer de vez em quando. Porém, se você sentir uma forte dor que surge repentinamente, pode ser algum problema na aorta, a principal veia sanguínea do coração. A dissecção aórtica é uma doença que merece atenção, pois é emergencial pode causar morte repentina. Caso sinta essas dores nas costas na região entre os ombros, pode ser um problema de pressão alta, má circulação e diabetes.

Fortes dores abdominais

05Caso essas dores sejam repentinas e intensas, você pode estar com algum problema na vesícula biliar, pancreatite, úlcera no intestino ou estômago ou até mesmo apendicite. Se as dores se tornarem cada vez mais intensas, um médico deve ser procurado imediatamente, pois essas doença precisam de um tratamento o mais rápido possível, e em alguns casos é necessário até fazer uma cirurgia.

Dores ou inchaços nas panturrilhas

06Dores nessa área do corpo podem ser comuns, principalmente após prática de exercícios físicos, caminhada, corrida ou falta de alongamento. No entanto, se essas dores persistirem e se tornarem mais fortes, pode ser um sinal de trombose, uma doença bastante séria. Ela ocorre com a formação de um ou mais coágulos de sangue que obstruem as veias e podem chegar ao coração ou pulmões, com sérias consequências, como embolia pulmonar. Se as suas panturrilhas estiverem dolorosas e com vermelhidão, veias sanguíneas visíveis e temperatura acima do normal, procure ajuda médica.

Dores diversas sem causa aparente

07Vimos até agora dores concentradas em algumas regiões, mas algumas dores também não podem ser ignoradas. Muitos pessoas não sabem, mas a depressão também pode causar dores físicas. Se elas vierem com outros sintomas como falta de atenção e foco, fadiga, sensação de tristeza e falta de interesse social, é um sintoma de que você tem depressão. Caso esteja com esses problemas, consulte um médico. Leia mais sobre esta dor no post que fala sobre  “Fibromialgia”.

as dores

Você, fazendo as pazes com o seu intestino

Você sabia que o intestino pode ter até 100 trilhões de diferentes tipos de bactéria? Apesar desse número gigantesco, elas se classificam entre boas e ruins. As bactérias “do bem”, por exemplo, são excelentes para o bom funcionamento do intestino, pois facilita a digestão, fortalece a imunidade de ajuda a produzir e absorver as vitaminas que o seu corpo precisa para se manter em bom funcionamento. No entanto, o intestino também pode entrar em desequilíbrio, gerando bactérias ruins que afetam a sua saúde, causando problemas que afetam não somente o sistema digestivo, mas até a pele e o funcionamento do cérebro, pois tudo está interligado em nosso organismo.intestino

Diversos estudos científicos já estudaram o intestino, para mostrar como as bactérias intestinais afetam diretamente cada indivíduo. Muitos deles mostraram que um intestino pouco saudável ou até mesmo adoecido afeta diretamente a saúde humana, ou seja, também a sua saúde emocional. Por isso, fique atento aos sintomas que vamos apresentar abaixo.
Problemas digestivos
Em alguns casos, problemas digestivos podem ser causados por bactérias ruins. Você pode até tomar alguns medicamentos para aliviar esses desconfortos, mas o mais importante é diagnosticar a causa desses problemas que, se não forem tratados adequadamente, podem voltar. Alguns dos sintomas incluem:
  • Gases;
  • Inchaço;
  • Azia e refluxo;
  • Diarreia;
  • Constipação;
  • Síndrome do Intestino Irritado.

aziaSe esses problemas persistirem, é preciso consultar um médico, pois pode indicar patologias mais sérias, como colite ulcerativa e Doença de Crohn.

Problemas mentais
Pode parecer estranho, mas é fato: um intestino saudável influencia a saúde do seu cérebro. Cientistas descobriram que algumas doenças mentais estão diretamente associadas com bactérias ruins do intestino. Algumas delas incluem depressão, ansiedade, transtorno obsessivo-compulsivo (TOC), nevoeiro cerebral (quando a pessoa está constantemente confusa, esquecida e com dificuldades de concentração) e até mesmo autismo. Portanto, fique atento à sua alimentação.
Falta de vitaminas e minerais
vitO intestino é um dos principais órgãos responsáveis pela absorção de vitaminas e minerais.
No entanto, o acúmulo de bactérias ruins impossibilita esse processo. Substâncias como magnésio, vitamina D, K, B12 e B7 são algumas que o intestino assimila com facilidade. Se você está com deficiência dessas vitaminas, então pode estar com acúmulo de bactérias ruins no seu intestino.
Uso de antibióticos
O uso de antibióticos é essencial para o tratamento de algumas bactérias, mas o problema é que, por serem medicamentos muito fortes, também matam as bactérias saudáveis. Recentes estudos comprovaram que essas bactérias destruídas pelos antibióticos não se repõem naturalmente, ou seja, é preciso cuidar muito bem da alimentação após o tratamento com antibióticos.
Estresse crônico
ansieO estresse é responsável por muitos problemas de saúde. Ansiedade, pressão alta e até depressão estão associados a este grande mal. O que muitos não sabem é que o estresse afeta diretamente o intestino, pois eleva os níveis de cortisol no organismo, dificultando a absorção de bactérias do bem, e o que é pior: dá espaço para toxinas e bactérias ruins.
Problemas de pele
peleAlguns problemas de pele podem estar diretamente associados ao intestino. Bactérias ruins podem desencadear ou dificultar o tratamento de doenças dermatológicas como acne, eczema e até psoríase.
Doenças autoimunes
Doenças autoimunes são muito difíceis e delicadas de se tratar, pois nesse caso o corpo ataca a si mesmo. É muito difícil encontrar a raiz do problema e então tratá-lo. No entanto, diversos estudos científicos mostraram que a doenças autoimunes podem estar associadas a bactérias intestinais, principalmente para pacientes com artrite reumatoide e síndrome do intestino irritado.
Agora que você já conhece os sintomas, pode tomar medidas preventivas para cuidar bem do seu intestino. Veja as formas de Controlar as Bactérias do seu Intestino
Evite toxinas: O primeiro passo é examinar a sua dieta. Diversos alimentos matam as bactérias do bem e dão espaço para as malignas, desencadeando todos os problemas que citamos acima. Uma das formas de evitar que isso aconteça é evitar alimentos tóxicos ao organismo, como açúcar, laticínios e gorduras, principalmente óleos refinados e margarina, por exemplo. Opte por uma alimentação rica em legumes, vegetais, proteínas animais saudáveis e frutas.
iogurt Consuma alimentos fermentados: Agora que você já evitou alimentos tóxicos, é hora de substitui-los por outros saudáveis. Uma das opções é encontrar alimentos fermentados, como leite fermentado fortificado com lactobacilos vivos (que as crianças adoram e faz muito bem), chucrute (repolho fermentado típico da culinária alemã), iogurte não pasteurizado e queijos magros. Comece com porções pequenas, para que o intestino possa assimilar a absorção desses alimentos.
suplTome suplementos proteicos: Além dos alimentos fermentados, os suplementos probióticos também são uma ótima opção para o crescimento de boas bactérias. Procure por suplementos que contenham lactobacilos vivos e bifidobacterium. Neste caso, o ideal é contar com a orientação de um nutricionista.
Controle o estresse: Ter cuidados com o seu nível de estresse é tão importante quanto cuidar da alimentação, pois pode colaborar diretamente nas inflamações no organismo, incluindo o intestino. Além disso, é essencial ter uma boa noite de sono para controlar os níveis de cortisol, que dificultam a absorção de boas bactérias no intestino.
stresse

Um Abraço

Um abraço pode mostrar como nos sentimos em relação a alguém, e não só é uma ótima maneira de se relacionar com os outros, como também nos faz sentir bem. Entretanto, surpreendentemente, abraçar tem vários benefícios para a saúde física também: cientistas descobriram que quando abraçamos um ente querido, o hormônio oxitocina é liberado na corrente sanguínea. Esse hormônio reduz a pressão arterial, o estresse e a ansiedade, além de melhorar a sua memória. Ele também está ligado à afetividade e, por isso, é conhecido como “o hormônio do amor”.

abraco

Mas, com todos esses benefícios (e mais), nós devemos ser seletivos com quem abraçamos? A resposta é “sim”: De acordo com uma pesquisa realizada na Universidade de Viena, dar um abraço educado em alguém que não conhecemos direito pode ter o efeito oposto. Aliás, quando recebemos abraços indesejados – seja de estranhos ou pessoas que conhecemos, o hormônio oxitocina não é liberado – em vez disso, liberamos cortisol, o hormônio do estresse, e por causa disso os níveis de ansiedade aumentam.

Então, antes de dar um abraço em alguém, certifique-se de que ele será retribuído. Fora isso, aqui estão 10 razões pelas quais devemos abraçar nossos entes queridos com mais frequência.

abraco3

1. Abraçar combate o resfriado comum e a gripe. Um abraço por dia pode combater infecções e resfriados relacionados ao estresse. Isso foi confirmado por estudos onde verificou-se que o abraço é eficaz na proteção de pessoas com vulnerabilidade induzida pelo estresse, como infecções virais.

2. Abraçar estimula o sistema imunológico, além de elevar o seu espírito e fazer você se sentir bem, o hormônio oxitocina, que é liberado quando abraçamos, também aumenta a presença de outros hormônios que combatem infecções. O efeito combinado de se sentir bem e saudável, por sua vez, ajuda a impulsionar o sistema imunológico.

3. Abraçar alivia a dor. Enquanto abraços têm a capacidade de estimular o sistema imunológico, a oxitocina também diminui os níveis de dor. É por isso que, normalmente, quando sentimos dor, a nossa resposta natural é massagear a área afetada: verificou-se que mesmo um simples toque libera oxitocina o suficiente para nos sentirmos melhor.

abraco4

4. Abraçar abaixa a pressão arterial. Mais uma vez, a oxitocina desempenha um papel importante aqui, uma vez que reduz o cortisol no organismo, diminuindo assim a pressão arterial. Além disso, no momento em que abraçamos uma pessoa, um tipo de receptor de pressão na pele, conhecido como Corpúsculo de Pacini, é ativado e envia sinais para o cérebro, que por sua vez também trabalha para reduzir a pressão.

5. Abraçar relaxa a tensão muscular, combatendo a dor e melhorando a circulação sanguínea. Eles também promovem o fluxo de sangue nos tecidos moles, relaxando assim os músculos tensos.

6. Abraçar  promove a saúde do cérebro e a memória, mais um benefício da oxitocina: quando esse hormônio é liberado através de abraços, ele aumenta nosso poder de memória, além de estimular o sistema nervoso parassimpático, ajudando nosso cérebro a encontrar um equilíbrio entre a atividade e a serenidade.

7. Abraçar queima calorias, embora seja difícil acreditar, abraçar queima cerca de 12 calorias – pode não ser muito, mas já ajuda, não é mesmo?

abraco2

8. Abraçar reduz o risco de doenças cardíacas. Como esse hormônio desempenha um papel vital em manter baixos seus níveis de estresse, ansiedade e pressão arterial, ele também contribui para diminuir o risco de doenças cardíacas.

9. Abraçar reduz preocupações com a morte. Abraços têm a capacidade de diminuir nosso medo da morte e isso é o suficiente para acalmar os medos existenciais de algumas pessoas. Simplesmente imaginar que você abraça uma pessoa que ama pode liberar serotonina, dopamina e endorfina no cérebro, provocando sentimentos de felicidade e alegria, anulando as preocupações relacionadas à mortalidade, pois esses hormônios contribuem para níveis mais baixos de estresse.

10. Abraçar eleva o seu humor. Quando os seus níveis de serotonina estão baixos, você fica mais propenso a ter sentimentos relacionados a depressão e solidão, mas abraçar alguém pode aumentar a produção dessa substância, ajudando a melhorar o seu humor, bem como a sua autoestima. Portanto, se você está se sentindo um pouco pra baixo, dê um grande abraço em quem você ama!
download